quarta-feira, 10 de junho de 2009

QUESTÕES PARA DISCUSSÃO SOBRE PROJETOS

A seguir apresentamos algumas questões relacionadas com o planejamento e gestão de projetos com foco na área educacional. O objetivo é promover debates, suscitando reflexões sobre conceitos e práticas relativas ao trabalho com projeto. As questões são abertas e não têm respostas fechadas ou únicas e podem depender de diversos fatores, como: contexto, nível de complexidade, porte do projeto, qualificação das equipes, etc.

  1. Algumas equipes envolvidas em projetos consideram que não é necessário a declaração de um objetivo geral e do(s) objetivo(s) específico(s) em separado, podendo-se elaborar apenas o “objetivo do projeto”. Que vantagens e desvantagens você vê em declarar separadamente os dois tipos de objetivos para um projeto?
  2. A visão sobre os conceitos de “produtos” e “resultados” de um projeto nem sempre é um consenso, mesmo entre especialistas. Temos considerado que a realização dos serviços e produtos previstos em um projeto não é uma garantia de que os resultados esperados tenham sido alcançados. Qual a sua visão sobre essa questão?
  3. Suponha que você tenha que decidir entre as duas situações seguintes:

3.1 Ser o gerente de um projeto que tem um excelente Plano de Projeto (claro, completo, estruturado, etc.) e uma equipe de execução muito fraca (inexperiente, pouco capacitada, sem motivação, etc.) OU

3.2 Ser o gerente de um projeto que tem um Plano de Projeto muito fraco (obscuro, incompleto, sem estrutura, etc.) e uma excelente equipe de execução (experiente, capacitada, motivada, etc.)

Qual das duas situações você escolheria? Que critérios você utilizaria para fazer essa escolha?

  1. Em geral, na análise de riscos em projetos, considera-se, essencialmente, apenas fatores relacionados com a execução do projeto (recursos não liberados, equipes em conflito, atrasos nas execuções de tarefas, imprevistos, etc.). Entretanto, há outros dois fatores que podem comprometer o projeto com tanta gravidade, ou mais, do que o fator execução. São eles: concepção e planejamento. Como você entende a influência desses dois últimos fatores? Que cuidados você considera importantes para reduzir a influência desses fatores?
  2. O livro “Trabalhando com Projetos”, apresenta uma classificação de projetos em 5 tipos: Projetos de Desenvolvimento (ou Produto), Pesquisa, Intervenção, Ensino e Trabalho (ou Aprendizagem). Você considera que essa tipologia de projetos abrange todos os tipos de projetos na área educacional? Que vantagens ou desvantagens você vê nessa classificação?

MOURA, D. G. e BARBOSA, E.F. - Trabalhando com Projetos: Planejamento e Gestão de Projetos Educacionais, Ed. Vozes, Petrópolis - RJ, 2006 – Capítulo 6.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.