sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Uma Proposta de Tipologia de Projetos Educacionais



Extraído do livro “Trabalhando com Projetos - Planejamento e Gestão de Projetos Educacionais”
Moura, D. G e Barbosa, E. F. , Ed. Vozes - 2006 - Cap. 1.

Uma das dificuldades de compreensão sobre o desenvolvimento de projetos tem origem em uma confusão existente entre os vários tipos de projetos que podem ocorrer na área educacional.

Na literatura especializada encontramos muitas formas de classificação de projetos. Entretanto, uma questão que nem sempre fica esclarecida diz respeito ao uso dos termos projeto e pesquisa. Consideramos que são básicas questões como: o que são, exatamente, um projeto e uma pesquisa? Como se distinguem ou se relacionam? Todo projeto é uma pesquisa? Ou toda pesquisa é um projeto? Que importância pode ter o esclarecimento dessas questões? Um conjunto de definições, como o proposto a seguir, pode contribuir para esclarecer e organizar conceitos relativos à atividade de planejamento e desenvolvimento de projetos nas várias áreas do conhecimento e, especialmente, na área educacional. Conforme definimos anteriormente, um projeto pode ser visto como um empreendimento que tem em vista produzir algo novo. A pesquisa, por sua vez, tem como finalidade a produção de um conhecimento, sendo essa a meta de setores acadêmicos, sociais e governamentais destinados à promoção da pesquisa. A partir dessas premissas, podemos concluir que “toda pesquisa é um projeto, pois produz algo novo: neste caso, um conhecimento; entretanto, nem todo projeto pode ser considerado, necessariamente, como uma pesquisa, pois algo novo pode ser produzido sem que seja necessariamente um conhecimento, tido como alvo do projeto. Portanto, dentre os vários tipos de projetos que possamos enumerar, num processo de classificação, deverá haver lugar para o projeto de pesquisa.

Tipologia de Projetos
A classificação geral que apresentamos a seguir contempla, de forma ampla, os vários tipos de projetos que ocorrem na área educacional.

Projetos de Intervenção
São projetos desenvolvidos no âmbito de um sistema educacional ou de uma organização, com vistas a promover uma intervenção, propriamente dita, no contexto em foco, através da introdução de modificações na estrutura (organização) e/ou na dinâmica (operação) do sistema ou organização, afetando positivamente seu desempenho em função de problemas que resolve ou de necessidades que atende (este tipo de projeto ocorre também em outras instituições e contextos, tais como: setor produtivo, comercial, etc.).

Projetos de Pesquisa
São projetos que têm por objetivo a obtenção de conhecimentos sobre determinado problema, questão ou assunto, com garantia de verificação experimental (existem diversos tipos de projetos de pesquisas, próprios dos setores acadêmicos e de instituições de pesquisa, que podem ser estudados à parte através de uma literatura rica e abrangente);

Projetos de Desenvolvimento (ou de Produto)
São projetos que ocorrem no âmbito de um sistema ou organização com a finalidade de produção ou implantação de novas atividades, serviços ou “produtos”. Exemplos de projetos deste tipo são: desenvolvimento de novos materiais didáticos; desenvolvimento de nova organização curricular; desenvolvimento de um novo curso; desenvolvimento de softwares educacionais, etc (este tipo de projeto é muito comum também em outras organizações e contextos como o setor produtivo, comercial, serviços, etc.);

Projetos de Ensino
São projetos elaborados dentro de uma (ou mais) disciplina(s), dirigidos à melhoria do processo ensino-aprendizagem e dos elementos de conteúdos relativos a essa disciplina (este tipo de projeto é próprio da área educacional e refere-se ao exercício das funções do professor; aspectos sobre Projetos de Ensino são discutidos no Capítulo 8).

Projetos de Trabalho
São projetos desenvolvidos por alunos em uma (ou mais) disciplina(s), no contexto escolar, sob orientação de professor, e têm por objetivo a aprendizagem de conceitos e desenvolvimento de competências e habilidades específicas. Esses projetos são conduzidos de acordo com uma metodologia denominada Metodologia de Projetos, ou Pedagogia de Projetos. A principal diferença entre esses dois últimos tipos é que, enquanto os projetos de ensino são executados pelo professor, os projetos de trabalho são executados pelos alunos sob orientação do professor visando a aquisição de determinados conhecimentos, habilidades e valores.

A idéia de trabalhar com projetos como recurso pedagógico na construção de conhecimentos remonta ao final do século XIX a partir de idéias enunciadas por John Dewey em 1897. Os “projetos de trabalho” merecem um tratamento à parte, em função de suas finalidades essencialmente educativas. Neste livro abordamos o ensino e aprendizagem por meio de projetos no Capítulo 8.

Tipologia de Projetos Educacionais
Podemos observar que os cinco tipos de projetos assinalados não são excludentes, significando que podem existir situações em que os mesmos ocorrem de forma articulada ou integrada. Assim, um projeto de desenvolvimento (ou produto) pode incluir alguma atividade de pesquisa, da mesma forma que um projeto de pesquisa pode incluir atividades que representam algum tipo de intervenção no sistema. Ou seja, um determinado tipo de projeto pode abranger atividades que seriam as atividades básicas de um outro tipo de projeto. Para efeito da classificação proposta, a atividade predominante é a que contribui para classificar o tipo de projeto. A classificação que apresentamos é geral e pode, se necessário, ser desdobrada para incluir ou explicitar aspectos mais específicos da área educacional, criando-se sub-categorias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.